top of page

Qual é melhor CLT ou PJ ?

Atualizado: 7 de out. de 2020

O mercado de trabalho está mudando e com isso, as relações entre funcionários e empresas também. Atualmente, é comum encontrar pessoas que busquem ascensão profissional e mais autonomia optando por ser tornar Pessoa Jurídica (PJ) prestadora de serviços, em vez de trabalhar como funcionário em tempo integral e com carteira assinada (regime gerido pela Consolidação das Leis do Trabalho ou CLT).





Em uma época onde todos buscam melhor qualidade de vida, possibilidade de gerir o próprio tempo e maior valorização do trabalho. Mas antes de tomar a decisão entre ser funcionário ou migrar para a posição de dono do seu próprio negócio é preciso fazer alguns cálculos para verificar se isso vai valer a pena para você!


Quais as diferenças de CLT & PJ

Hoje em dia, e com tantas oportunidades de aprimoramento e capacitações, o trabalhador quer sempre algo mais: um bom ambiente de trabalho, autonomia para decidir, reconhecimento e salários mais altos também estão na lista de prioridades. Como nem sempre é possível conquistar uma ascensão sendo contratado, algumas pessoas optam por traçarem uma nova trajetória, onde arriscam a posição contrária. Junto a isso, algumas empresas vêm optando por contratar colaboradores que sejam PJ, ou seja, terceirizar um serviço, para que os custos com o empregado sejam menores.

Considerando que a empresa onde trabalha tenha como prática ambos os regimes de contratação e você esteja em dúvida sobre migrar ou não para PJ, elencamos algumas características das modalidades, para você observar cada uma delas:

CLT

• Salário fixo;

• Benefícios (vale transporte e alimentação, auxílio saúde, entre outros);

• 13º salário;

• Férias remuneradas;

• Contratação comprovada em carteira;

• Regime de trabalho de 44 horas semanais;

• Direito aos auxílios: desemprego e maternidade (no caso das mulheres).

Nesse regime, o custo para o empregador, unindo todos os impostos com os quais é preciso arcar, torna-se muito alto, o que compromete a margem de negociação salarial e/ou promoções. É importante lembrar, que do salário acordado em carteira, o funcionário precisará subtrair 6%, relativos ao vale transporte (que por lei a empresa pode descontar) mais outros encargos como INSS e Imposto de Renda.

PJ

• O profissional discute com a empresa o preço do serviço (este será o salário);

• Não há benefícios (algumas empresas até contribuem com 13º salário e férias, mas não é obrigatório);

• A jornada de trabalho é flexível (algumas empresas optam, inclusive, pelo regime home office);

• Pode-se trabalhar para mais de uma empresa ao mesmo tempo, dependendo do tipo de serviço, o que possibilita aumentar a receita bruta.

Para o contratante, essa modalidade garante uma redução significativa nos custos com impostos, benefícios, etc. de forma que o valor do salário pode ser maior que aqueles pagos a um funcionário na mesma função. Além disso, se a empresa empregadora mudar ou agregar atribuições que não foram acordadas previamente, o PJ tem liberdade para renegociar e aumentar seu custo por hora. Se você é funcionário e recebe uma nova atribuição, normalmente, não ganha nada além de mais trabalho.

As duas opções oferecem pontos favoráveis e desfavoráveis, tanto para o empregador, quanto para o empregado. A dica é listar suas prioridades, quais são seus objetivos profissionais, seu perfil pessoal. Se você gosta de estabilidade, segurança e não é muito organizado financeiramente, talvez seja melhor continuar como funcionário.

Assim, é possível saber exatamente de quanto vai ser seu rendimento no final do mês e ainda poderá contar com um período de ajuda do governo no caso de ser demitido, o seguro-desemprego.

As duas opções oferecem pontos favoráveis e desfavoráveis, tanto para o empregador, quanto para o empregado. A dica é listar suas prioridades, quais são seus objetivos profissionais, seu perfil pessoal.

Se o seu perfil for mais dinâmico e empreendedor, se você consegue administrar bem as receitas e despesas e tem disciplina para poupar, é possível ser bem-sucedido como PJ e conseguir remunerações mais altas.

Mas caso deseje abrir uma empresa e virar PJ estamos a sua disposição para ajudá-lo.

Chama a Facility! Deixe-nos facilitar o serviço para você!



53 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page